O Sentido da Vida

O sentido da vidaCerta vez, ganhei um presente, pensava eu que eram apenas fotos de animais “bonitinhos” com frases isoladas. Confesso que gostei do presente mas o deixei na gaveta, até que certo dia lhe dei a atenção devida e o li com tempo e paciência.

Me deparei com uma cena inusitada, o livro “me fisgou”, li todas as páginas em sequência, até o final, e durante todo o processo me senti muito bem, muitas vezes me peguei sorrindo sozinho.

O interessante é que o livro “O Sentido da Vida” não te traz nenhuma afirmação, apenas PERGUNTAS, e é a reflexão que te fortalece.

Não leve a vida tão a sério. Você não vai sair vivo dela mesmo.” (Bob Marley)

Bom, seguem algumas provações com base no texto do livro:

  • Por que nos impressionamos e ficamos obcecados com coisas e feitos de grandes dimensões? Será que as coisas pequeninas e simples não tornam a nossa vida melhor?
  • Por que afirmarmos que a individualidade é a essência da nossa maneira de ser? Se a nossa individualidade é tão importante, por que as diferenças e discordâncias com os outros nos aborrecem tanto?
  • Por que gostamos de sentirmos membros de uma espécie e ao mesmo tempo nos distanciamos tanto dos amigos e familiares?
  • Por que nos preocupamos em exagero com a nossa aparência? Há quem diga que o sentido da vida é adquirir sabedoria, mas se isso é verdade, por que os sábios se vestem tão mal?
  • Seria o sentido da vida apenas constituir família e deixar descendentes? Aquela história da preocupação da célula e do mapa genético se perpetuar. Então, significaria que toda a nossa existência é determinada pelo impulso sexual?
  • Todas as teorias populares, trazem o AMOR. Parece fazer mais sentido, concorda? Este parece ser uma força poderosa, que dá sentido real a vida. Aquela força que te dá a mensagem: “Por isso vale a pena viver e morrer!”
  • Mas se o amor é tão importante, por que optamos por discutir tanto com as pessoas que amamos?
  • O que você realmente ama de verdade?
  • Você se deixa consumir por uma rotina maluca, com muitas atividades que o distraem e te tiram de um caminho mais feliz? A resposta da razão pelo qual você veio ao mundo pode estar ligado as coisas que você ama e deveria priorizar?

O livro recomenda você por a mão no peito e sentir as batidas do seu coração. Diz que é o relógio da sua vida tiquetaqueando a contagem regressiva do tempo que lhe resta. Um dia ele parará. Portanto, não dá pra perder tempo, vá atrás do seu sonho com energia e paixão enquanto você pode.

Mas, tristemente, muitos de nós são preguiçosos demais, preocupados com o que os outros pensam ou com medo demais de mudanças. Estas pessoas esquecem que os enganos são parte da vida.

Mas vá em frente! Pois sabe de uma coisa!? Talvez se você ouvir seu coração e usar a cabeça, nunca estará errado. Quem sabe ….

E no amor é assim, não existe moral da história!” (Martha Medeiros)

Deixe seu comentário se gostou do artigo.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Domínio Pessoal, O Sentido da Vida com as etiquetas , , , , , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a O Sentido da Vida

  1. omundodeanaya diz:

    Uma reflexão que nos leva a querer ler o livro também. A vida feita de pequenos grandes momentos de felicidade real, não aquela imaginária, mas as que vivemos todos os dias.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s