Construindo um time melhor

Mauro silva 3

Tive a oportunidade de trabalhar em um projeto com intuito motivacional, e escolhemos como referência e fonte de inspiração o volante Tetracampeão do Mundo pela Seleção Brasileira – Mauro Silva.

Foram tantos os aprendizados desta experiência que escrevi este artigo com 3 intuitos:

– Divulgar o histórico de sucesso deste jogador;

– Compartilhar as lições de um campeão;

– Homenageá-lo com testemunho pessoal.

10  fatos importantes do histórico profissional:

1- Exceto a seleção brasileira, sempre jogou em “time pequeno” e fez estes times “grandes”, “campeões com títulos marcantes!

2- Foi campeão Paulista pelo Bragantino em 1990! (único titulo no Brasil). Em 1991, pelo mesmo Bragantino, foi vice-campeão Brasileiro!

3- Muito cedo foi para a Europa onde fez uma carreira de sucesso na Espanha. Jogou pelo Deportivo La Coruña, na época um time de segunda divisão;

Mauro Silva 2

4- Teve a primeira convocação pela Seleção Brasileira em 1990;

5- Em 1993, nas Eliminatórias da Copa do Mundo, ajudou o Brasil na difícil classificação.

Foi dele o passe ao Romário para fazer um dos gols mais incríveis do futebol mundial, um golaço contra o Uruguai no último jogo da competição, o segundo no histórico jogo do Maracanã.

Mauro Silva anulando o Baggio!

Mauro Silva anulou o Baggio!

6- Nos EUA (1994) o seu maior título, a taça de campeão da Copa do Mundo da Fifa pela Seleção Brasileira, foi titular absoluto, jogou todos os jogos e marcou o craque Roberto Baggio na final. O Brasil estava há 24 anos sem vencer, toda uma nova geração comemorou pela primeira vez um título mundial de Copa do Mundo.

7- Contribuiu para colocar o LaCoruña entre os grandes na Espanha (como Barcelona e Real Madrid). Foram campeões da Copa do Rei (1994/95 e 2001/02), Supercopa (1995), Liga Espanhola (1999/00), Supercopa (2000 e 2003), e também vice-campeão espanhol em 1993/94, 1994/95 e 2000/01.

8- Campeão da Copa América em 1997 pela Seleção Brasileira.

9- Recebeu méritos como Bola de Ouro pela Revista Placar em 1991 e Bola de Prata em 1992. Ganhou o “Don Balon” na liga espanhola, prêmio da European Sports Magazines, uma associação de várias revistas esportivas da Europa.

10- Parou de jogar aos 37 anos e até hoje é ídolo na Espanha e em La Coruña. Foi carregado pela torcida na sua despedida e ganhou do prefeito uma homenagem que o imortalizou – uma rua com o seu nome.  Atualmente é acionista de uma incorporadora imobiliária de origem espanhola chamada Procupisa, continua  presente no mundo esportivo e trabalha com palestras com foco no trabalho em equipe.

Mauro Silva como capitão contra Real Madrid e Barcelona pelo La Coruna

Mauro Silva como capitão contra Real Madrid e Barcelona pelo La Coruna

A S     L I Ç Õ E S

Bom, nessa incrível jornada de conquistas foram muitos os fatores de sucesso, para sua análise e reflexão seguem 8  pontos abordados por ele em nosso encontro:

1) Seja constante no esforço

Nunca podemos achar que já estamos bem e que não há algo ainda pra ser melhorado. Não podemos nos satisfazer no status atual, precisamos sempre “abrir o gap” e continuar evoluindo.

2) O time é a estrela

Jogar para o time é essencial. O Mauro Silva nunca fez um gol pela seleção, mas transpirou muito, sempre preocupado com a marcação e em dar ótimos passes para os atacantes, focando na busca dos resultados. Exalta que o ego individual não pode “falar mais alto” que a importância do coletivo. Frase marcante:

Quem tem que brilhar é a seleção!” (Parreira)

Fato curioso: você sabia que houve um único chute na trave na final da Copa do Mundo contra a Italia em 1994? Foi do Mauro Silva! Este gol ele merecia 🙂

3) A humildade prevaleceMauro Silva infância

Demonstrou intensamente nas suas atitudes e comportamento. Claramente este adjetivo é uma de suas fortalezas, está no seu caráter e nos valores que o acompanham. Com certeza foi essencial à sua personalidade no atingimento de metas tão desafiadoras.

4) TEM QUE DAR, não tem outro jeito

Acreditar é o primeiro passo para fazer acontecer. Mencionou as dificuldades de marcação, imaginem – ele jogou contra Maradona, Zidane, Raul, Ronaldinho Gaúcho, Romário e tantos outros grandes craques. Se ele não acreditasse e muito, poderia ter sua auto estima declinada e com certeza os resultados seriam medianos. Mas foi o contrário, acreditava sempre!

Partidas duríssimas … calor extremo … prorrogação … cansaço … bola lançada ao atacante adversário …, sabia que podia,  tinha que dar, não havia outra saída!

5) Grandes conquistas requerem grandes sacrifícios

São inúmeras as histórias que este craque de bola tem pra contar, ele fortalece no discurso a relação entre o treino e foco intenso com os resultados alcançados. Enquanto outros jogadores não tinham a mesma disciplina com horários, compromisso com treinos, etc, outros se sacrificavam ao máximo e como dizem outros treinadores – quando o treino é duro o jogo fica fácil.

6) O treino fora de campo é muito importante

Aprendeu com o Parreira, um líder no qual ele respeita muito, sobre a importância de ser um bom profissional fora das linhas do gramado. Por ser muito dedicado, e saber ouvir muito bem, outra enorme qualidade, seguiu o conselho – assim podia contribuir mais ao time, com “tanque reserva” nas horas difíceis. Até hoje cuida da saúde de forma exemplar – nos esportes, alimentação e rotina do dia-a-dia.

Podemos até perder dentro de campo, fora dele nunca.” (Parreira)

7) Pessimismo é alta traição

Gente, é possível ser campeão Paulista ou Brasileiro pelo Bragantino? Em um time de segunda divisão espanhola, ganhar títulos nacionais e europeus levando em conta adversários como  Barcelona, Real Madrid e outros?

Para o “otimista“, existe equivalência entre as palavras problema e oportunidade. Ou seja, uma relação com o mesmo valor de verdade, quanto maior for o desafio, maior é a oportunidade. Como líder o Mauro Silva lutava para contagiar o time. Seguindo este pensamento e influenciando a todos pelo exemplo, aceitou os desafios para construir times campeões. Afinal, grandes desafios são coisas pra gente otimista e corajosa, concordam?

8) Colaboração genuína

O Mauro exalta uma característica interessante dos jogadores de futebol, já repararam que durante uma partida os jogadores não pedem ajuda um ao outro? Cada um tem a sua função dentro de campo, mas quando estão com dificuldades simplesmente recebem apoio dos outros através do interesse genuíno! Existe um lance no qual o Dunga, na final das eliminatórias da Copa em 1993, contra o Uruguai, aos 42 min do segundo tempo, cansado, está entre 4 uruguaios e sozinho tentando pegar a bola, o Mauro Silva aparece, rouba a bola, e faz o lance para o segundo gol do Romário – gol que garante a classificação para o mundial. Exemplo de colaboração genuína com foco em resultado!

E n c e r r a n d o …

Esta foi uma amostra dos grandes conselhos deste vencedor, campeão em tudo, não somente no esporte, mas na vida – pois possui uma linda família. Atualmente é empresário-investidor e um palestrante hiper motivado. Ah, palestras ótimas, recomendo assistir: Construindo um time melhor.

Presente

Finalizo com meu testemunho pessoal.

“Conhecer o Mauro Silva me agregou muito, saber que quando temos um objetivo e persistimos nele – vale a pena, pois quando a gente acredita ‘que dá’, muitos fatores conspiram ao nosso favor e mostra que nós temos muito mais poder do que imaginamos. Resultados incríveis podem acontecer deste princípio.”

E aconteceram pra mim. Obrigado Mauro!!!

Foto retirada do site maurosilva.com

Foto retirada do site maurosilva.com

Por favor deixem seus comentários, sugestões ou críticas são bem vindas pois nos ajudam a melhorar sempre.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Construindo um time, Motivação com as etiquetas , , , , , , , , , , . ligação permanente.

5 respostas a Construindo um time melhor

  1. Excelente artigo!!!
    Mauro Silva eh sem duvida um exemplo de atleta brasileiro, deve ser lembrado e servir de inspiracao.

  2. Anita diz:

    já assisti ao vídeo, mas sempre que lemos sobre Mauro Silva é como ver algo novo sempre, pois há algo a mais para aprender. Parabéns filhão e parabéns Mauro. vc nos dá orgulho de sermos brasileiros.

  3. Jean Jader diz:

    Sensacional…
    Verdadeiros atributos e atitudes de um vencedor!
    Parabéns pelo artigo!

  4. Eduardo Ramos diz:

    Estive em La Coruña durante 1 mês e pude perceber o quando o Mauro Silva é idolatrado por lá. Era só dizer que era brasileiro e caímos no assunto futebol e Mauro Silva. Ele é idolatrado, um DEUS para os torcedores do La Coruña. É um exemplo também para nossos jogadores brasileiros, respeito de profissionalismo e caráter. Excelente artigo. Parabéns. Saudações ao Grande Mauro Silva, um vencedor dentro e fora de campo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s