Técnicas de Apresentação em Negócios

  Uma boa apresentação pode alavancar sua carreira!

“Podemos dizer que este é um ponto crítico, pois somos todos comunicadores amadores e cometemos erros primários!  A comunicação de idéias nas organizações é geralmente um desastre!”

Para fugir do desastre, uma apresentação deve ter um roteiro, igual a um filme ou peça de teatro. O roteiro deve capturar o interesse da platéia logo de cara e prender a mente das pessoas num processo mental de perguntas e respostas inconscientes. ”
Prof. Falconi

Mas como combater os inimigos de uma boa apresentação, como o Medo, Nervosismo e o Desconhecimento? E a inibição para falar?

Trabalho numa empresa onde a necessidade de comunicação através de apresentações em reuniões é vital, e após tantos anos, ainda sou “aprendiz” nesta habilidade. A complexidade deste tema me fez escrever sobre o assunto.

Bom, vamos para a teoria: uma apresentação é um meio de comunicação através do qual podemos Entreter, Informar e Persuadir.  A palavra Comunicação vem de comunicar, que significa tornar comum a mensagem entre o remetente e o destinatário, permitindo a transferência de informações para tomada de decisões.

Definir o objetivo – é igual definir a sua meta, sempre questione “O que você quer que a audiência saiba ou pense após a apresentação?

Planejamento – conheça o máximo possível sobre os seus ouvintes e faça uma análise prévia do material. Pratique e simule a apresentação, treine o discurso – é fundamental! Ensaiar é importante! A dica aqui é – treinar, treinar, treinar, treinar ….

5 Pontos de Honra da Comunicação

1) Ficha Mental – o segredo está na “preparação”!
     1.1 Deve-se ter o guia da apresentação, siga a lei do óbvio – toda apresentação deve ter Começo, Meio e Fim (nesta ordem!).
     1.2 Selecione as informações que “realmente” são relevantes para o público, com uma sequência lógica das idéias.
     1.3 Utilize frases curtas e palavras simples na apresentação. Seja objetivo! 
            Pratique o Laconismo!

2) Persuasão – a arte de convencer suavemente!
     2.1 A abertura é vital, nela você deve “conquistar” a audiência.
     2.2 Importante o domínio da matéria, sempre faça uma autocrítica sobre isto.
     2.3 Passe convicção e segurança, assim conseguirá credibilidade.
     2.4 Apresente exemplos, casos concretos e analogias para ilustrar a apresentação – assim você obterá a empatia de todos.
     2.5 Pratique um excelente fechamento, obter a satisfação da platéia deve ser a meta!

3) Fala, Expressão Corporal e Recursos Audiovisuais

 3.1 Fala: entoação, ritmo e pausas + dicção e volume.

Estude e pratique, existem várias obras e cursos focados em Oratória – é importante! Na minha singela opinião – aqui mora o segredo do sucesso.

     3.2 Expressão Corporal: comunicação não-verbal – o cuidado com a postura, semblante facial amigável, cabeça e ombros eretos fazem a diferença e lembre-se da máxima que diz – O Corpo Fala.

            3.2.1 Mãos e Braços: gesticule, mas acompanhando a fala e com as mãos acima da cintura (cuide com gestos repetitivos).
            3.2.2 Pernas: levemente afastadas para dar equilíbrio e naturalidade. Evite cruzar os pés ou apoiar o peso em uma das pernas. Evite balançar para frente e para trás!
                       Deve haver coerência entre a fala e a expressão corporal.
            3.2.3 Movimentação: o posicionamento com a platéia é importante, evite o “andar em parar” ou “ficar sempre no mesmo lugar”.

                      Evite ficar de costas para a platéia, ou posicionar-se na frente da luz do projetor. Estabeleça um vínculo, faça contato visual com a audiência 100% do tempo (influência e muito!), também explore o espaço da sala, olhe para todos os lados. Leia a audiência!

     3.3 Recursos Audiovisuais:
            3.3.1 Apresentações com “slides”: utilize palavras-chave, seja lacônico!

– Utilize imagens com foco no discurso (não exagere ou use imagens que tirem a atenção).
– Busque reforçar as palavras do orador e não repetir o texto dos slides.
– Seja conciso: sem frases extensas ou excesso de tópicos, e tente gerar suspense.
       
            3.3.2 Saiba escolher os recursos audiovisuais, como quadro, flip-chart, folha com roteiro, retroprojetor, projetor digital, TV, microfone entre outros. Não existe o certo ou errado, o importante é que você se sinta bem. Um bom exemplo está na utilização de “pointer”, utilize-o conforme necessidade e se você estiver confortável.

            3.3.3 Um pouco básico mas erro comum de muitos é o fato de não ter conhecimento prévio do local. Sugiro sempre ir antes à sala/auditório, verificar os equipamentos e analisar a necessidade de contingência.

4) Estilo – 0 orador deve ter boa correção gramatical, buscando a clareza, fluência e concisão

     4.1 Não existe milagre ou segredo, estamos tratando o nível linguístico do comunicador e a base do idioma se torna fundamental – simples assim (estude português).
    4.2 Ponto de atenção para o Traje, para cada situação procure vestir-se de acordo com o que o evento pede.

5) Domínio do Cliente/Território

5.1 Autopercepção e administração do tempo; erramos muito neste sentido – percebo que mesmo com a regra do tempo estabelecida o orador não se preocupa em controlar a duração da apresentação para manter-se dentro do prazo estipulado.

Cuide disso!     

     5.2 Percepção e interação do cliente; permita sempre que possível a troca de experiência com o público, o saber ouvir tornará sua apresentação mais rica. Analise se a audiência está com boa participação, evite que enquanto fala pessoas utilizem notebooks ou falem ao celular durante seu discurso.

        5.2.1 Agradeça a audiência, deixe seu contato e obtenha um feedback confiável para avaliar os resultados obtidos.

Bom, segue abaixo o resumo dos erros mais comuns – evite-os:

Caros,
o assunto é muito extenso, existem inúmeras obras literárias com este contexto e uma série de cursos para este fim. Recomendo sim o estudo, dado que somos expostos no dia-a-dia e este tipo de comunicação faz parte da nossa realidade.

Mais que tudo, sempre respeite seu estilo, não seja um “robô” – as pessoas são singulares, portanto busque a sua naturalidade. O importante é evitar os exageros!

Este conteúdo foi ministrado em aula pela Prof. Adriana Ventura, fica aqui meus agradecimentos e finalizo com o conselho dela referente aquela apresentação especial e única que pode fazer diferença na sua carreira:

“Pratique! Treine, treine, treine, …. mesmo que na frente do espelho, com cronômetro e gravador/câmera para ouvir/ver como se portou” – Faça um ensaio geral!

Espero que a contribuição neste artigo tenha valido a pena para o seu estudo sobre o assunto. Por favor, deixe seu comentário sobre elogios, sugestões ou críticas quanto ao assunto.

Esta entrada foi publicada em Apresentação em Negócios com as etiquetas , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

10 respostas a Técnicas de Apresentação em Negócios

  1. Vanessa Almeida Silvestre diz:

    Excelente!
    Fiz um curso denominado: Técnicas de Comunicação para Profissionais de TI, abordou o mesmo tema, vale lembrar sobre o auto-conhecimento, que é extremamente necessário para estes momentos, principalmente nos casos de se ter conflitos de idéias durante uma apresentação.
    Bom segue a dica: Professora Rossana Carella
    Escola de treinamento Green Consultoria

  2. Vanessa Silva diz:

    Excelente ! Adorei as dicas ! Sou estudante de admistração e no decorrer do semestre temos diversas apresentações a fazer, este momento é sempre aterrorizante por que nunca sabemos como se comportar, o que apresentar, etc … vou repassar aos demais do grupo para que possamos nos atentar a estas dicas.
    Parábens !
    Obrigada

  3. Thiago Nunes do Vale Quaresma diz:

    Gostei muito do texto, principalmente desta parte: “Utilize frases curtas e palavras simples na apresentação. Seja objetivo!”

    No meu ponto de vista, o maior dificuldade dos profissionais hoje é justamente essa: ser objetivo. Uma fala clara, concisa e direta evita análises dúbias e erros de interpretação e, consequentemente, tendem a persuadir de forma mais fácil.

    Abraço Anderson

  4. cleudy diz:

    Desde já ,agradeço imensamente pelas dicas!!! sei que vão me ajudar e muito.vou apresentar um projeto de gestão empresarial.Aliás o primeiro de muitos,espero em Deus!

  5. Pingback: Treinamento | Jaime Marlon Silva

  6. Edu diz:

    Marlon, muito boa a teoria que você colocou. Bom artigo.

    Como foi dito em outro artigo – o do Mauro Silva – treino duro, jogo fácil. Vou fazer uso das tuas dicas…

    Abraço,
    Edu

  7. Cleo Oliveira diz:

    Marlon, adorei as suas dicas e que me ajudarão muito em minhas apresentações. Obrigada!

Deixe uma Resposta para Thiago Nunes do Vale Quaresma Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s