Técnicas de Apresentação em Negócios

  Uma boa apresentação pode alavancar sua carreira!

“Podemos dizer que este é um ponto crítico, pois somos todos comunicadores amadores e cometemos erros primários!  A comunicação de idéias nas organizações é geralmente um desastre!”

Para fugir do desastre, uma apresentação deve ter um roteiro, igual a um filme ou peça de teatro. O roteiro deve capturar o interesse da platéia logo de cara e prender a mente das pessoas num processo mental de perguntas e respostas inconscientes. ”
Prof. Falconi

Mas como combater os inimigos de uma boa apresentação, como o Medo, Nervosismo e o Desconhecimento? E a inibição para falar?

Trabalho numa empresa onde a necessidade de comunicação através de apresentações em reuniões é vital, e após tantos anos, ainda sou “aprendiz” nesta habilidade. A complexidade deste tema me fez escrever sobre o assunto.

Bom, vamos para a teoria: uma apresentação é um meio de comunicação através do qual podemos Entreter, Informar e Persuadir.  A palavra Comunicação vem de comunicar, que significa tornar comum a mensagem entre o remetente e o destinatário, permitindo a transferência de informações para tomada de decisões.

Definir o objetivo – é igual definir a sua meta, sempre questione “O que você quer que a audiência saiba ou pense após a apresentação?

Planejamento – conheça o máximo possível sobre os seus ouvintes e faça uma análise prévia do material. Pratique e simule a apresentação, treine o discurso – é fundamental! Ensaiar é importante! A dica aqui é – treinar, treinar, treinar, treinar ….

5 Pontos de Honra da Comunicação

1) Ficha Mental – o segredo está na “preparação”!
     1.1 Deve-se ter o guia da apresentação, siga a lei do óbvio – toda apresentação deve ter Começo, Meio e Fim (nesta ordem!).
     1.2 Selecione as informações que “realmente” são relevantes para o público, com uma sequência lógica das idéias.
     1.3 Utilize frases curtas e palavras simples na apresentação. Seja objetivo! 
            Pratique o Laconismo!

2) Persuasão – a arte de convencer suavemente!
     2.1 A abertura é vital, nela você deve “conquistar” a audiência.
     2.2 Importante o domínio da matéria, sempre faça uma autocrítica sobre isto.
     2.3 Passe convicção e segurança, assim conseguirá credibilidade.
     2.4 Apresente exemplos, casos concretos e analogias para ilustrar a apresentação – assim você obterá a empatia de todos.
     2.5 Pratique um excelente fechamento, obter a satisfação da platéia deve ser a meta!

3) Fala, Expressão Corporal e Recursos Audiovisuais

 3.1 Fala: entoação, ritmo e pausas + dicção e volume.

Estude e pratique, existem várias obras e cursos focados em Oratória – é importante! Na minha singela opinião – aqui mora o segredo do sucesso.

     3.2 Expressão Corporal: comunicação não-verbal – o cuidado com a postura, semblante facial amigável, cabeça e ombros eretos fazem a diferença e lembre-se da máxima que diz – O Corpo Fala.

            3.2.1 Mãos e Braços: gesticule, mas acompanhando a fala e com as mãos acima da cintura (cuide com gestos repetitivos).
            3.2.2 Pernas: levemente afastadas para dar equilíbrio e naturalidade. Evite cruzar os pés ou apoiar o peso em uma das pernas. Evite balançar para frente e para trás!
                       Deve haver coerência entre a fala e a expressão corporal.
            3.2.3 Movimentação: o posicionamento com a platéia é importante, evite o “andar em parar” ou “ficar sempre no mesmo lugar”.

                      Evite ficar de costas para a platéia, ou posicionar-se na frente da luz do projetor. Estabeleça um vínculo, faça contato visual com a audiência 100% do tempo (influência e muito!), também explore o espaço da sala, olhe para todos os lados. Leia a audiência!

     3.3 Recursos Audiovisuais:
            3.3.1 Apresentações com “slides”: utilize palavras-chave, seja lacônico!

– Utilize imagens com foco no discurso (não exagere ou use imagens que tirem a atenção).
– Busque reforçar as palavras do orador e não repetir o texto dos slides.
– Seja conciso: sem frases extensas ou excesso de tópicos, e tente gerar suspense.
       
            3.3.2 Saiba escolher os recursos audiovisuais, como quadro, flip-chart, folha com roteiro, retroprojetor, projetor digital, TV, microfone entre outros. Não existe o certo ou errado, o importante é que você se sinta bem. Um bom exemplo está na utilização de “pointer”, utilize-o conforme necessidade e se você estiver confortável.

            3.3.3 Um pouco básico mas erro comum de muitos é o fato de não ter conhecimento prévio do local. Sugiro sempre ir antes à sala/auditório, verificar os equipamentos e analisar a necessidade de contingência.

4) Estilo – 0 orador deve ter boa correção gramatical, buscando a clareza, fluência e concisão

     4.1 Não existe milagre ou segredo, estamos tratando o nível linguístico do comunicador e a base do idioma se torna fundamental – simples assim (estude português).
    4.2 Ponto de atenção para o Traje, para cada situação procure vestir-se de acordo com o que o evento pede.

5) Domínio do Cliente/Território

5.1 Autopercepção e administração do tempo; erramos muito neste sentido – percebo que mesmo com a regra do tempo estabelecida o orador não se preocupa em controlar a duração da apresentação para manter-se dentro do prazo estipulado.

Cuide disso!     

     5.2 Percepção e interação do cliente; permita sempre que possível a troca de experiência com o público, o saber ouvir tornará sua apresentação mais rica. Analise se a audiência está com boa participação, evite que enquanto fala pessoas utilizem notebooks ou falem ao celular durante seu discurso.

        5.2.1 Agradeça a audiência, deixe seu contato e obtenha um feedback confiável para avaliar os resultados obtidos.

Bom, segue abaixo o resumo dos erros mais comuns – evite-os:

Caros,
o assunto é muito extenso, existem inúmeras obras literárias com este contexto e uma série de cursos para este fim. Recomendo sim o estudo, dado que somos expostos no dia-a-dia e este tipo de comunicação faz parte da nossa realidade.

Mais que tudo, sempre respeite seu estilo, não seja um “robô” – as pessoas são singulares, portanto busque a sua naturalidade. O importante é evitar os exageros!

Este conteúdo foi ministrado em aula pela Prof. Adriana Ventura, fica aqui meus agradecimentos e finalizo com o conselho dela referente aquela apresentação especial e única que pode fazer diferença na sua carreira:

“Pratique! Treine, treine, treine, …. mesmo que na frente do espelho, com cronômetro e gravador/câmera para ouvir/ver como se portou” – Faça um ensaio geral!

Espero que a contribuição neste artigo tenha valido a pena para o seu estudo sobre o assunto. Por favor, deixe seu comentário sobre elogios, sugestões ou críticas quanto ao assunto.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Apresentação em Negócios com as etiquetas , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

10 respostas a Técnicas de Apresentação em Negócios

  1. Vanessa Almeida Silvestre diz:

    Excelente!
    Fiz um curso denominado: Técnicas de Comunicação para Profissionais de TI, abordou o mesmo tema, vale lembrar sobre o auto-conhecimento, que é extremamente necessário para estes momentos, principalmente nos casos de se ter conflitos de idéias durante uma apresentação.
    Bom segue a dica: Professora Rossana Carella
    Escola de treinamento Green Consultoria

  2. Vanessa Silva diz:

    Excelente ! Adorei as dicas ! Sou estudante de admistração e no decorrer do semestre temos diversas apresentações a fazer, este momento é sempre aterrorizante por que nunca sabemos como se comportar, o que apresentar, etc … vou repassar aos demais do grupo para que possamos nos atentar a estas dicas.
    Parábens !
    Obrigada

  3. Thiago Nunes do Vale Quaresma diz:

    Gostei muito do texto, principalmente desta parte: “Utilize frases curtas e palavras simples na apresentação. Seja objetivo!”

    No meu ponto de vista, o maior dificuldade dos profissionais hoje é justamente essa: ser objetivo. Uma fala clara, concisa e direta evita análises dúbias e erros de interpretação e, consequentemente, tendem a persuadir de forma mais fácil.

    Abraço Anderson

  4. cleudy diz:

    Desde já ,agradeço imensamente pelas dicas!!! sei que vão me ajudar e muito.vou apresentar um projeto de gestão empresarial.Aliás o primeiro de muitos,espero em Deus!

  5. Pingback: Treinamento | Jaime Marlon Silva

  6. Edu diz:

    Marlon, muito boa a teoria que você colocou. Bom artigo.

    Como foi dito em outro artigo – o do Mauro Silva – treino duro, jogo fácil. Vou fazer uso das tuas dicas…

    Abraço,
    Edu

  7. Cleo Oliveira diz:

    Marlon, adorei as suas dicas e que me ajudarão muito em minhas apresentações. Obrigada!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s